sexta-feira, 4 de julho de 2014

Diario de uma Longboard - Malfunction 2014

Amanhã começará  o tradicional campeonato de longboard Malfunction em Rainbow Bay, Gold Coast.


Tomorrow is going to start The Malfunction Longboard contest in Rainbow Bay, Gold Coast.


domingo, 22 de junho de 2014

terça-feira, 10 de junho de 2014

CJ Nelson

Em minha opinião, um dos melhores estilos no longboard.

In my opinion, one of the best style on longboarding.


quinta-feira, 8 de maio de 2014

Diário de uma Longboarder - WA II

Wild Australia
photo: Zara

Photo: Bec

photo: Bec
Surreal Sunset WA
fun photo: Kim

camping site photo: Bec

"Ghosts" photo: Kim

That's the way photo: Kim


Agradecimentos / Thanks





terça-feira, 29 de abril de 2014

Diario de uma longboarder - WA


Lagoa Azul


Nessa Pascoa tirei 10 dias de folga de escola e trabalho para fazer uma surf road trip no deserto em WA (Western Australia).
O destino foi Warroora Station, uma enorme fazenda situada 12 horas ao norte de Perth.
Minha viagem começou de trem quando deixei a Gold Coast para Brisbane, de lá voei direto para o outro extremo do pais. Chegando na cidade de Perth encontrei alguns amigos australianos e já pegamos estrada sentido norte, para  evitar dirigir a noite por causa dos cangurus que costumam atravessar as rodovias, podendo causar acidentes graves.
Fizemos uma pausa a noite na casa de amigos de amigos para dormir e continuar a jornada no dia seguinte de manhã, faltando ainda mais de 6 horas para chegar ao destino final.
Conforme íamos nos dirigindo para o norte a vegetação ia ficando cada vez mais seca, uma Austrália completamente diferente do que eu já havia conhecido.
Após uma longa jornada parando diversas vezes para abastecer e comprar besteiras para comer, chegamos na tão esperada “Warra” Station.
Me sentindo como uma criança, tudo era novidade para mim, o cenário era árido, o sol se pondo no mar e o céu ia num degrade do vermelho para o lilás, cangurus selvagens corriam ao ouvirem o barulho do carro, ovelhas bloqueavam a estreita estrada de chão. Uma experiência surreal! Austrália realmente é incrível.
Estávamos em um grupo de 10 pessoas, com toda a estrutura de camping possível: tendas bem equipadas, 2 barcos para pescar e surfar, geradores, carros de tração nas 4 rodas, do contrario você não consegue chegar lá.
Um dos maiores desafios  para mim foi passar 10 dias no deserto sem chuveiro e sem banheiro.
O detalhe do banheiro eu preciso compartilhar com o Mundo. (risos) No começo pareceu me um pouco peculiar e completamente embaraçoso, mas na segunda vez já estava achando até melhor que o banheiro de casa. Se tratava de um “moderno” assento sanitário portátil das organizações Tabajara. Com o auxilio de uma pá você cava um buraco na areia, ajeita o seu banquinho e voilá, está pronto para contemplar o visual enquanto a suave brisa refresca suas partes baixas. Acredite, a sensação é incrível.

Após usar o seu banheiro ao ar livre você deve enterrar o seu produto. Só certifique se de ir em um lugar seguro que ninguém o veja, assim você conseguirá relaxar e ter um dos melhores momentos de sua vida. (risos)
Tínhamos água doce suficiente para beber, escovar os dentes e uma ducha rápida por dia, que não era o suficiente nem para lavar o cabelo.
Então fica a dica, se você for acampar num estilo mais roots não se esqueça de comprar muitos lencinhos umedecidos para um “banho a seco”. Quanto ao cabelo, se você é mulher, a dica é, esqueça o espelho em casa e um coque é muito bem vindo nesses momentos. (risos)
Outro desafio foi o surf,  no começo foi um pouco desconfortável, para mim que era a única brasileira, mas não para meus amigos australianos que já são acostumados com a questão tubarão.
Apesar de todos eles me falarem que a região é de água quente, e que há bastante peixe para eles se alimentarem e por último não são os grandes tubarões Brancos que predominam a área e sim e os menores, os tubarões de reef. Porém, mesmo assim fica aquela pulguinha atrás da orelha. Eles são peixes, e como diz meu amigo “peixe tem rabo”, ou seja, eles nadam para onde eles quiserem.
Mas o que se pode fazer nesse caso?
Relaxar, tentar não pensar e ficar sempre perto do grupo, nunca sozinho.
Uma das vantagens é que estou com um longboard (9 pés) e acredito que eu seria a ultima opção deles.
Mas falando da parte boa todos os dias de manhã na primeira session do dia pegávamos o barquinho e as 2 opções mais próximas era exatamente na frente do camping, só que em um reef mais afastado da praia.
O swell chegou junto com a gente, nos proporcionando boas sessions de surf quase todos os dias.  Direitas e esquerdas quebrando sem crowd. O paraíso!
O único crowd expressivo que encontramos foi na praia, milhares de pálidos e esfomeados siris se moviam na areia.
Eles comiam de tudo, até que uma noite deixei meu vestido no varal e como ventou muito caiu no chão, quando acordei fiquei chocada com a quantidade de furos que esses adoráveis sorrateiros “ghosts” (é como eles chamam esses siris de praia aqui) fizeram.
No deserto a temperatura chegava a atingir 40-41 graus, mas como ventava muito durante o dia, aliás se trata de WA o estado do vento na Austrália, o que amenizava a sensação de forno.
E apesar de estarmos em um lugar inóspito, sempre nos entretemos com algo, surf, pesca, caminhadas na praia, por do sol e fogueiras regadas a cerveja (australian style), contemplar os céus estrelados.
Essa viagem para o deserto sem dúvida foi uma das melhores experiências que já tive.
Australia é um pais muito selvagem.
Na proxima postagem colocarei mais fotos
   _________________________________________________________

Blue Lagoon

On that Easter I got 10 days off from school and work to make a surf trip to the desert in WA (Western Australia).
The destiny was Warroora Station, a huge station located 12 hrs north from Perth driving.
My trip started by train, when I left Gold Coast to Brisbane. From there I flew straight away to the other side of the country. Landing in Perth I met some Australians friends and went straight to the road to avoid driving at night because of the kangaroos. They cross the roads during the night and can be very dangerous.
We stopped at a friend of a friend’s house to sleep on our way and continue the journey on the day after. We still had to travel 6hrs more to the destination.
As  we were heading north, the vegetation had been beginning to drier. A completely different Australia transformed before my eyes.
After a long drive, stopping repeatedly to fill up the fuel and buying just snacks, we arrived at “Warra” Station.
I was feeling like a child, everything was so new to me. The scene was arid, the sunset in the ocean, the sky was a degrading from the red to lilac. Wild kangaroos were running away when they heard the car’s noise and dumb sheep blocked the narrow dusty road. A surreal experience! Australia is such an incredible place!
We were about 10 people with all camping structure: tents well equipped, 2 boats for fishing and surfing, generators, 4wd cars, otherwise we couldn’t get there.
For me one of the hardest challenges was spending 10 days without a shower and toilet.
The toilet’s detail I have to share with the world. (LOL) Although in the beginning it seems peculiar and embarrassing. It’s a modern portatil toilet assent. With the aid of a shovel you had to make a hole in the sand, put your “chair” and voilá, it was ready to use and you could contemplate the view while the soft breeze was refreshing the other parts. Believe me the sensation is amazing.
After used your equipment you just have to bury your product. Just make sure you’re in a safe place where no one could bother you, so you can relax and feel one of the best feelings of your life. (Ha-ha)
We had fresh water enough to drink, brush the teeth and a daily quick shower, but it wasn’t enough to wash your hair.
So here is my tip, if you’re going to a wild camping don’t forget to buy wet wipes (heaps) to have a dry shower. So about hair, if you’re woman the tip is, leave your mirror at home.
Another challenge was the surf. In the beginning it was a bit uncomfortable for me, because I was the only that wasn’t Australian, to my aussie mates who’re familiarized to the subject; sharks.
Even though they told me that water was warmer than south WA, and there were heaps of fish and for the last the great whites don’t predominated there. There were however reef sharks, smaller ones. I wasn’t so confortable. They are fish, and “fish has a tail”, as my friend says, they can swim wherever they want.
Although what could be doing in this case?
Relax, don’t think about it and stay together with the group.
One of the advantages of mine was that I was with my longboard (9 feet) and I prefer to think I would be the last option of them.
But talking about the good part everyday in the morning we went for a surf session by boat (Sex Panther), and the nearest 2 options was in front of camping site, a reef a little bit further from the beach.
The swell arrived with us and we had good surf sessions almost everyday. It’s a right and left hands with no crowd. Such a paradise!
The only crowd that we saw was on the beach, thousands of pale and starving crabs were moving on the sand.
The crabs ate everything, including my dress that I left on the rope at night. When I woke up in the morning and I was shocked by how many holes those adorable creatures had made in it.
On the desert the temperature was reaching around 40-41 degrees, though at the same time was wind so hard then relived the oven sentsation. By the way we were in WA, the state of the wind.
Even in a unspoilt place we had much to entertain ourselves like surfing, fishing, walking on the beaches, sunsets and fires with a lot of beers (australian style), and also contemplating the starry sky.
That desert trip doubtless was one of the best experience that I had in my life.

I just realised how wild is Australia!


Estrada - WA Road


Camping site




Agradecimentos Thanks 




segunda-feira, 24 de março de 2014

Uma linda Surpresa - A Lovely surprise

Uma linda surpresa receber um presente do amigo Andoni Galdeano.
Desenho incrível Pintado com Acrílicas e caneta Posca
Confiram um pouco mais sobre Andoni:
http://andonigaldeano.tumblr.com
Obrigada Andoni!

It's a lovely surprise to receive a gift from my friend Andoni Galdeano.
Painting made of Acrylic and Posca
Check more:
http://andonigaldeano.tumblr.com
Thank you Andoni!




sábado, 22 de março de 2014

Diário de uma Longboarder- Mais Noosa

Mais fotos de Noosa
More pictures of Noosa


Dogs having fun
from http://noosafestivalofsurfing.com/


from http://noosafestivalofsurfing.com/

The Legend Mark Cunningham
from http://noosafestivalofsurfing.com/

Alaia
from http://noosafestivalofsurfing.com/

Dog's heat
from http://noosafestivalofsurfing.com/

from http://noosafestivalofsurfing.com/

Tandem with Puddle Neptune
from http://noosafestivalofsurfing.com/

Alaia - Finless heat
from http://noosafestivalofsurfing.com/


Dog's heat
from http://noosafestivalofsurfing.com/

Surf noturno - Prancha de lED
from http://noosafestivalofsurfing.com/

Isabel Braly
photo: Andrew Carruthers Narrow Path Midia


Wini Paul
Andrew Carruthers Narrow Path Midia

Taylor Jensen and Mitch Surman
from http://noosafestivalofsurfing.com/